22 de dezembro de 2007

Coisas

É tanta coisa pra fazer que mais da metade das que passam pela cabeça, passam pela vida sem sequer ser lembradas por mais de uma vez, ou porque não valem a pena mesmo ou são só viagens.
Eu geralmente anoto as coisas que preciso fazer num caderninho e as fáceis e legais eu vou riscando logo em seguida, pois são as que faço rapidamente. As chatas e difíceis ou impossíveis vão ficando lá como “coisas que não se resolvem” pra me lembrar do que eu tenho que fazer, de como a vida é dura e tem coisas chatas pra burro.
Sempre acabo fazendo alguma delas, pois se a lista não anda tenho uma sensação de incompetência que só pode ser resolvida se arranco as folhas e começo uma lista nova.
São várias listas que se misturam: uma p a vida, uma p o emprego, outra p o trabalho, outra para outro trabalho e quantas mais forem necessárias...E a maioria não entra em lista nenhuma ou terá que ser feita.

23 de novembro de 2007

Paris? Amanhã?

Quem não se lembra deste bordão do American Express é porque tem menos de 30 ou estava em Marte..
E era tudo o que eu queria quando eu era adolescente... Viajar amanhã, com meu cartão milionário, como no anúncio...
E tem sido um desejo cada vez maior. Toda segunda-feira, quando vou pro trabalho, o que eu quero mesmo é: Paris, Berlin, Nova York, Tóquio... Pra passar um tempo, talvez morar...
Porque não podemos viver em todas as partes do mundo? Afinal ele é nosso ou não é? Ou esta história de globalização é só papo furado mesmo?

22 de novembro de 2007

Adoro Trânsito

Mas não qualquer trânsito e nem em qualquer horário.
Sábado e domingo não é legal. Todo mundo está de folga relaxado, e aí fica tudo tão lento que não se pode nem dar uma buzinadinha que já te olham feio.
Também acho chato o trânsito das manhãs e inícios de tarde, pois quem está dirigindo não tem pressa ou está com sono. Ou os dois...Este tipo de trânsito ainda dá pra pensar na vida e escrever alguma coisa na agenda, fazer alguma ligação importante.
Minha sobrinha que mora no interior disse que um de seus sonhos é pegar trânsito. Só pra ver como é... Deve ser tão legal, tio...
O legal mesmo é na volta pra casa depois de um dia estressante, onde todos (ou a maioria) de meus colegas de viagem tão estressados como eu, correm para chegar em casa primeiro.. E aí sim o bicho pega... Todo mundo rápido, ninguém deixa ninguém passar e pode buzinar quando o farol abre e alguém lá na frente não se mexe. Pode xingar o cara que parou atravessado no meio da pista... E nesta hora não pode ficar mudando de faixa e nem dar de espertinho ou vc vai ouvir algum palavrão.
Claro que existem exageros, mas sou a favor dos xingamentos, picuinhas e espertezas que nos deixam tão relaxados. Me divirto vendo a reação das pessoas e o desespero pra chegar logo em algum lugar.
Mas tem que levar na boa.
Mesmo as brigas... São só pra relaxar... Não é pra levar à sério não...Ou vai fazer mal pro fígado...
Aproveite!

31 de outubro de 2007

LINKS, links

Atualizando estes links percebi que muitos endereços somem rapidinho e outros se transformam em outras coisas...
Este era bem legal e agora só tem putaria:
http://www.nipofilia.com/

Era legal mas parou..
http://sovietposter.blogspot.com/

http://www.yesbutnobutyes.com/
Legal, legal..

http://ffffound.com/
tem muuuito design

http://www.boingboing.net/
Bacana.. E cheio de referências..de links..

E é só..
Pra não cansar..

11 de outubro de 2007

Nobrusco - o original

Era um fanzine feito por mim, pelo Giancarlo Lorenci e pela Juliana Miranda. Ainda usávamos um 486 do meu avô, com Photoshop 2 e Corel Draw, e arranjávamos os anunciantes na galeria do Rock na 24 de maio. O nome foi inventado pelo Edgard e não tem no dicionário. Os colaboradores eram vários: André Lenz, MZK, Gorod, Guy Amado, China Kane, Itamar Assumpção, Vladmir Safatle, Adão Iturrusgarai, Kiko, Victor Votta. Hoje não temos uma revista de música alternativa, como era a intenção na época... Cada um seguiu seu caminho.




9 de outubro de 2007

Graffiti X Arte

Tem gente que acha que graffiti e arte são a mesma coisa. Não são.
Arte é o todo e graffiti é uma de suas expressões... Como gravura ou fotografia.
O graffiti tem características próprias: É efêmero (se não for patrimônio histórico), é ilegal (se vc não é o Rui Amaral) e por isto carrega uma dose de adrenalina que a pintura, o desenho e a escultura não tem.
Estes foram feitos em frente as câmeras de segurança na R. Groenlândia, em São Paulo. Num domingo à tarde, enquanto o guarda do vizinho lavava a calçada.




















E na mesma tarde... No muro da TV BAND... Seis cãezinhos se afogaram na tinta que continuou escorrendo...


4 de outubro de 2007

Plano B

Todo mundo tem, ou deveria ter um Plano B. Mesmo estando satisfeito com seu emprego, sua vida... aposto que tem outras coisas que vc queira fazer... Viajar, ter um trabalho mais glamuroso, ou ter mais tempo livre.
O fundamental é não botar os ovos no mesmo saco, pois quando vc cair de boca eles não se quebrarão todos ao mesmo tempo. E mais: o que é realmente necessário e importante? Ter dinheiro é importante pra caralho, mas não é só isto como todo mundo já sabe. Tem o dinheiro que é suficiente pra mim e tem o dinheiro que é suficiente pro Bill Gates. Eu também quero ter um monte de dinheiro, mas quero viajar e aproveitar a vida, os filhos e a mulher (que também lê este blog)
Uma história que ouvi do meu amigo DU 7 ilustra bem o que estou dizendo:
O cara estava na beira do mar, pescando bem sossegado. E tirava um peixe atrás do outro. Quando ele achava suficiente, parava e ia comer os peixes com a família. Um turista que observou o pescador por uns dois dias chegou com várias idéias para melhorar o negócio – Vc pesca tantos peixes com esta varinha, imagine se vc comprasse uma rede... Ia poder pescar muito mais. - É!? (coçando a cabeça). Mas pra que? – Pra ganhar mais dinheiro e poder comprar um barco de pesca. – É... ...mas pra quê? – Ora pra ganhar muito dinheiro e ficar rico. – É... ...mas pra quê? – Pra vc poder ter uma casa na praia e viver na boa só pescando. – É... Mas isto eu já tou fazendo.
Ou seja, se seu objetivo de vida é viver na boa, na praia. Faça como o DU 7 que vendeu as coisas na cidade grande e foi morar numa ilha distante, com a mulher e o veleiro.
E é claro que eu não penso como o pescador, se não eu não estaria na luta. Trabalhando pra pagar conta, mas pagando pra morar e viver bem numa das maiores cidades do mundo. Vivo aqui por que gosto. Quero ser grande fazendo o que eu faço desde pequeno: Arte. (sem discutir se é boa ou ruim.)
Arte nas ruas, na escrita, nos cabelos... E todas as outras formas que ainda vou inventar. Por que eu sou contemporâneo. Como um coração batendo que nunca volta atrás. Aprender com o passado sim, mas não viver no passado. (e isto aprendi com Moshi)
O meu Plano B é cortar cabelo.
No início era uma saída para quando eu perdesse meu emprego para um moleque. Cada vez mais o Plano B está se tornando o Plano A.
Cortar cabelo é Arte. E é muito mais arte que os comerciais de leite e fralda que eu fazia no Gordo, ou que as computações pra “BAND cheia de chefes e nenhuma liberdade de criação”.
E falando em liberdade, aí vai mais uma que aprendi com Moshi:
Liberdade: Na vida só existe luta. Não pode desgostar. – Não ter orgulho do que vc tem.
Eu entendi assim: Não pode desgostar desta batalha diária, pois se isto acontece vc vai viver sofrendo. E não ter orgulho do que vc tem é: Onde está sua liberdade quando vc se apega as coisas? Será que sobra espaço pra crescer?
Aqui estou eu correndo pra vida (poeta) e bolando mais Planos. Ou vc acha que escrever este blog não faz parte de um Plano ??

16 de setembro de 2007

Se cuida Edgar

A última campanha do SVP-UDC (Partido Popular da Suíça) lançou este singelo cartaz onde pede a expulsão dos criminosos estrangeiros que, segundo eles, "abusam do sistema, fazem badernas e traficam drogas".
O que é estranho é ver estas ações num país que ser orgulha de ser “neutro” em crises mundiais e que sedia a ONU e a Cruz Vermelha Internacional.
Até os alemães são menos xenófobos.

7 de setembro de 2007

5 músicas de hoje, e uma de amanhã...

Y-Control – Yeah Yeah Yeahs
Nothing came out (original rec) – Moldy Peaches
It’s Getting Boring by the Sea (Blamma Red Shoes Mix) - Bloody Red Shoes
Five Years - (David Bowie) - Placebo
The Passenger – Iggy Pop & David Bowie

É do Shout Out Louds a música "Shut your eyes" da campanha do Fiat Punto.
Com certeza vai alavancar a carreira dos caras, e a gente vai enjoar de tanto ouvir no comercial.

Frases soltas

O artista é um louco que vive em sociedade.

Conviver é uma merda, pois temos que aceitar o outro como ele é, ou pelo menos, fingir que aceitamos.

Os problemas do homem comum me aborrecem. Queria poder ser poeta.

Poeta não é profissão. É preguiça

Poeta é um escritor que não precisa.
Que não precisa escrever.
Escrever a linha.
Até o final.

Stalags

Os Stalags eram histórinhas carregadas de perversão sobre pilotos norte-americanos e britânicos capturados que eram vítimas de abusos de oficiais SS sádicas do sexo feminino, munidas de chicotes e usando botas. A narrativa geralmente terminava com a vingança dos protagonistas do sexo masculino, que estupravam e matavam as suas torturadoras. Era praticamente o único tipo de pornografia disponível na sociedade israelense do início da década de 1960, e hoje em dia é muito difícil de ser encontrado. Um dos mais famosos é: "I Was Colonel Schultz's Private Bitch" ("Eu Era a Prostituta Particular do Coronel Schultz")


8 de agosto de 2007

Para uma TV melhor e mais engraçada

Como segundo capítulo de minhas idéias brilhantes sobre TV, lanço um novo/velho conceito de repórter jornalístico, já usado pelo canal 21 (canal UHF da BAND) e abandonado não sei por quê? Mas imagino que não tenha dado o retorno esperado...
E consiste basicamente em grande quantidade de repórteres nas ruas. E claro, dependendo dos repórteres que se tem, tem se grandes matérias, olhares diferenciados, ou matérias comuns e pobres em pensamento.

Nem é preciso gastar muito para fazer matérias interessantes, só depende do olhar.
Não adianta toda a mídia ficar em cima de uma mesma matéria com o mesmo foco, escrevendo sobre as mesmas coisas e uns checando informações com os outros. A Veja lança uma história e no dia seguinte todo o resto acompanha, ou as TVs saem atrás das matérias que viram no Fantástico e no G1.
Enviar um monte de equipes para cobrir algo que nem se sabe direito o que é também não ajuda nada. Cada repórter chega com um pedaço de história que, se não foi bem dirigido, acaba não sendo inteligível numa montagem.
Não é possível que só se tenha um modo de ver as coisas. Toda unanimidade é burra.
A saída é ser original e ter uma abordagem diferente.
O que o telespectador de jornal quer ver?
Matérias que digam a verdade e que sejam esclarecedoras. Reportagens que mudem a política e o pensamento nacional, e etc etc..Mas isso é o que todos fazem.
O telespectador quer ouvir o comentário do âncora, ele quer ver o inusitado, ele quer ver o âncora errar.
Ele quer ver a Mariana Ferrão de biquíni:

6 de julho de 2007

O dobro. Ou nada

Tenho muitas boas idéias para mudar a TV, no Brasil e, quem sabe no mundo.
A TV, em geral é muito careta e os programas, mesmo os melhores são mal aproveitados.
Um reality show, por exemplo, geralmente não tem nada de real e tem que ser feita uma boa seleção, com mulheres gostosas e caras sarados, um ou outro gordinho ou viado para se identificar com o público e a receita funciona há anos..
Mas e se fosse real mesmo ?? Por que não ?? Poderíamos ter um incrível, ou vários Realitys..pois tem gente que faz de tudo para aparecer. Tudo mesmo. E daí pode sair um programa de auditório..um programa adulto.. enfim.. não vou expor as idéias completas pois é muito simples e barato de fazer..qualquer TV ou Produtora poderia abraçar a idéia..
Até aqui é sério, mas como eu não podia perder a piada..

Aí vai um exemplo muito simples para dobrar, isto mesmo dobrar a audiência do Jornal da Band, com Ricardo Boechat..

Atropelamento e fuga

A foto foi tirada logo após o ônibus ter esmagado os adoráveis cãezinhos.
Repare como o sangue escorreu pelo chão.
Da ninhada de quatro, apenas um escapou...


VENDO TL

Tem que ser muito cara de pau pra postar esta..
Ficou porco, porquíssimo..tudo escorrido..
Qualquer dia volto lá e melhoro a "obra"..


5 de julho de 2007

Entra um, sai outro...

Eu não vou usar este blog pra fazer política.. Mas não pude deixar de notar que o último filho da puta que saiu já deixou um filho da puta igual ou maior que ele no lugar: Com a renúncia de Joaquim Roriz à vaga de senador, seu lugar será ocupado pelo ladrão e ex-deputado distrital Gim Argello. Argello é acusado de causar um prejuízo de R$ 1,7 milhão à Câmara Legislativa do Distrito Federal, além de responder a denúncias de que teria recebido propina. Melhor que este, só o golpe que Roriz tentou aplicar: "Saio eu e os dois suplentes, e pela lei eleitoral haverá novo pleito em 90 dias." A idéia era ser eleito senador novamente dentro de 3 meses, e só não vingou porque "o que entra" também articulou para "o que sai", saísse mesmo e ele ficasse com a mamata pra ele.

O pilantra que entra.








O pilantra que sai.

29 de junho de 2007

Bom presságio ?

Esta saiu dia 28/06/2007, no METRO, o jornal gratuito do grupo Bandeirantes e pode ser um sinal do que vai acontecer em breve..
Repare na foto..
O Renan é o de cima, de terno bege claro. Sem a cabeça..



20 de junho de 2007

Homem no trânsito

Não que eu goste de brigar no trânsito, mas comigo sempre acontece, não sei direito o porquê.. Talvez meu jeito de dirigir não agrade algumas pessoas. Eu sou daqueles que xingam e só deixo passar na minha frente se pedir ou, às vezes, algumas mulheres, mas não todas, e nem todas as vezes.
Se o cara der de espertinho e vier forçando para entrar na minha frente eu não deixo mesmo e ainda crio caso (mas só quando estou sozinho no carro).
Foi o que aconteceu há uns dias atrás: Um cidadão gordo, de BMW último tipo, tentou forçar a passagem que, logicamente não deixei, e quando fiquei na frente dele ainda fiz um sinal “com o dedo do meio”- como dizem meus filhos – e o cara, mais esquentadinho do que eu, veio atrás, ficou acendendo o farol alto, xingando, filho da puta, seu viado (viado não é igual a veado), conseguiu emparelhar ao meu lado, vai tomar no seu cu, ... e eu na minha, viado é vc, vai se fuder, dedo do meio de novo, passei na frente de um carro que estava na frente dele e ele ficou mais puto ainda, veio do outro lado, e continuou esbravejando, mas já não tinha mais do que me xingar, vai se foder, vai, vai...você com esse, ... com esse...: Gollzzinho!! Fazendo cara de nojo....
Huahuahuahuahua!! Huahuahuahuahua!
Huahuahuahuahua!! Huahuahuahuahua!

A foto é do Golzinho.
O BMW não merece foto.


14 de junho de 2007

>>próximo blog>>

E pra que serve um blog então?? Tem gente que lê blog de informação, de notícias, de arte, dos amigos, têm aqueles que a gente encontra por acaso quando clica em >>próximo blog>>, mas de qualquer forma tem muita coisa pra ler e tem uma hora em que a gente lê qualquer coisa, pois precisa de alguma coisa nova. Então tá,, tem um monte de livro p ler e de músicas p ouvir e sites p ver, ,quem sabe eu faço uma lista para meus milhares de leitores.
>>próximo blog>>

13 de junho de 2007

Chovechuva

O bom de ter um blog é que se pode escrever qualquer coisa nele, e, como todo o mundo tem um, isto facilita para que se tenham cada vez mais e mais textos idiotas espalhados por aí. O que é muito bom, pois evita que tenhamos milhões de escritores chatos no futuro. Hoje, por exemplo, vou postar uma foto de: “Chuva com TL ao fundo”. E eliminá-la de qualquer publicação futura.










12 de junho de 2007

Oniburros

Às vezes pego o ônibus até o cruzamento da Avenida Rebouças com a Avenida Faria Lima e percebo a infinita burrice e má vontade dos motoristas. É certo que o negócio é bem mal feito, pois é um imenso corredor de velocidade que pára todo ao mesmo tempo. Dos 25 ônibus parados só cabem três de cada vez na plataforma, isto se o motorista estiver de bom humor..

24 de maio de 2007

Pizza Cocô Hut

Quase sempre sou acordado pelo alarme da Pizza Hut vizinha. E como não adianta reclamar.. decidi fazer um protesto artístico no bom e velho estilo punk.
O resultado foi tão bom que já estou preparando minha vingança contra o Bradescocô, pelos anos de roubalheira e, quem sabe ?? quais serão os próximos ? MaCocôDonalds.. Unibancocô..