27 de fevereiro de 2017

Tá tudo bem.. podem continuar..









No jornal das oito de uma certa TV aberta, a notícia é sobre uma estrada de terra do Pará que, por causa das fortes chuvas, virou um grande atoleiro. Mais de 4 mil caminhões estão presos na estrada.

Só isso.

O mapa é só pra dar uma enrolada já que não tem imagens.
Só pra dizer que tem muitos caminhoneiros sofrendo nessa situação...
Eles retiram boa parte da soja que é plantada ali na região, e perdem dinheiro a cada dia parados.

A estrada é assim:

























Cheia de caminhões de soja das plantações feitas nos desmatamentos..
E de caminhões que retiram a madeira que ainda existe.. (Todos esses que aparecem na foto carregam madeira já aparada..)


Antes de aparada ela era assim:


























Depois de alguns anos a estrada fica assim:



Asfaltada e com plantações ou pastagens dos dois lados.
E aí você não vai ver mais as toras de madeira sendo transportadas, pois não existem mais árvores nessa parte do planeta.


Começa com a abertura de uma estrada de terra.. Como a da foto lá em cima.. Depois vão abrindo outras como esses risquinhos aí no mapa..








Pra entender melhor olhe esse pedaço do mapa aqui em 1986


E agora em 2016:


Imagine que cada estradinha dessas tem centenas de caminhões carregando árvores..

O fato de terem quatro mil caminhões numa pequena estrada de terra não é questionado.
Nem é notícia que esses caminhões só estão lá pra extrair madeira ilegal.

Segundo o ministro e maior produtor de soja do país, Blairo Maggi isso reduz nosso potencial de exportação.
São milhares e milhares de caminhões todos os dias. Carregados de soja..é lógico.

Tá tudo bem.. podem continuar..
Mas por favor melhorem as estradas pra podermos arrancar tudo mais rápido..

2 comentários:

Alexandre Nobrusco disse...

Tomara que dê pra entender..

alexmarsiglia disse...

E é um perigo pois estão todos com o farol apagado.